Documentos:
» Pesquisar
Date Picker
» Colectividades

  Rancho  Folclórico da Freguesia de Sopo

 

►  Associação Cultural e Recreativa Bombos de S. Tiago de Sopo

       Informações desta colectividade Site e-mail e telefones (veja aqui)

 

  Clube Desportivo de Sopo

 

 


 

Rancho  Folclórico da Freguesia de Sopo

 

O Rancho Folclórico de Sopo, foi fundado em 25 de Julho de 1987, aproveitando o dia comemorativo do Padroeiro desta freguesia - S. Tiago. A sua origem tem uma história muito simples e assaz peculiar: Um grupo de pessoas combinou cantar as « Janeiras », com o intuito de manter vivas as tradições e simultaneamente angariar fundos para a realização de uma festa. Foi tão bem sucedido, que resolveu encerrar os cantares, com chave de ouro, com uma festa de confraternização na sede da Junta de Freguesia de Sopo. Foi aí que, se levantou a hipótese da formação de um grupo folclórico, que arrancasse das cinzas as danças e cantares, já moribundas da região, vertendo-as para as gerações vindouras. Mercê de um valioso trabalho de pesquisa e recolha, junto das pessoas mais idosas da localidade ( D. Rosinha, Sr. António Branco, Sr. Benigno ...) pretendeu o Rancho, ser um legítimo representante do Folclore do Alto Minho. Os fundadores do grupo foram: Maria Dulce da Costa, Domingos da Luz; Luís Maciel; Alexandrina Rebelo; António Branco. A efeméride da fundação foi apadrinhada pelo Rancho Folclórico de Argela e abençoada pelo Reverendo Armando de Sousa Pires Serra que no dia 7 de Outubro do ano de 1998, na freguesia de Comes, foi homenageado pelo 80° aniversário natalício, dos quais 55, ao serviço de Deus e dos homens. Actualmente o grupo é formado por 40 elementos, 10 dos quais fazem parte da tocata. Essencialmente são jovens, já que a juventude é o futuro em crescimento, estando conscientes que só deste modo, se pode preservar o que de belo nos legaram os nossos antepassados. Interpretam danças especialmente oriundas da sua terra, das quais tanto se orgulha, sendo as mais significativas: "A Francesa"; "A Peseta"; "Os Dois Passos"; "O Espanhol"; "A Gota"; "A Arrastadinha"; "A Chula Mandada"; "O Vira Cruzado"; "O Pinheirinho". O grupo tem vindo a angariar simpatia, admiração, estima e prestígio, mercê da sua participação em feiras, romarias, festas; actividades culturais e, até em actos religiosos, quer em Portugal como no estrangeiro. Tem participado em vários certames folclóricos e todos os anos não deixa de organizar o seu próprio festival.

Na impossibilidade de mencionar todas as exibições, seleccionaram-se as mais significativas: * Festival Folclórico em A Guarda, Galiza - Espanha, Junho de 1990. * Promoveu e participou no I Festival de Folclore Luso-Galaico, 5 de Agosto de 1990. * Feira Agrícola do Vale de Mouro em Segude, Monção de 11 a 13 de Maio de 1991. * Exibição no Restaurante Brazeirão, com a recepção de sua Exa. Presidente da República Dr. Mário Soares em 29 de Maio de 1993, * Actuação no Teatro Maria Matos em Lisboa e participação nas Iniciativas das Culturas Regionais a 19 de Junho de 1993. * Participou no Festival Folclórico em Arruda dos Vinhos em 4 de Julho de 1993. * Actuação no INATEL de Vila Nova de Cerveira, recepção em honra do Primeiro Ministro Eng.°. António Guterres, em 30 de Junho de 1996. * Participou na I e II Feira Etnográfica das Freguesias de Vila Nova de Cerveira, em Agosto de 1997 e 1998. * Inauguração da Casa do Turismo e da Juventude de Vila Nova de Cerveira, a 22 de Novembro de 1997. A sede provisória, é no lugar da igreja, antigos Correios, e pertença da Fábrica da Igreja de Sopo. Esta antiga estação dos Correios, em Junho de 1990, era pertença do falecido Padre Joaquim de Araújo, mas os seus herdeiros, composto pelo casal Manuel Castim e Joaquina da Silva Araújo, seus sobrinhos, ofertaram o prédio à Paróquia de Sopo, com a condição de não poder ser vendido. Temos ainda conhecimento, que a prestimosa benemérita, D. Laurinda Martins, doou um terreno de cerca de 1200m2, no lugar do Campo Redondo, próximo do Campo de Futebol, ao Rancho Folclórico de Sopo, com o intuito de aí crescer definitivamente a sua almejada sede.

 


 

 Associação Cultural e Recreativa Bombos de S. Tiago de Sopo

 

 

Apartado 31

 

4920-909 Vila Nova de Cerveira

 

TEL.: 962 626 090  - 96 30 90 960 -  965 157 549 - 969 066 511 - 927 603 093

   

E-Mail: bomboss.tiago@gmail.com

 

 Site: www.bombos-stiago.com

    

   

Novos autarcas...
2013-11-21 15:07:00 Em virtude das recentes eleições e da agregação de freguesias...
Presépio 2010...
2010-12-17 11:53:00 A Junta de Freguesia de Sopo participa...
Reconstrução do muro de...
2010-11-19 13:15:00 Reconstrução do muro de suporte junto ao moinho, após mais um transbordo do leito de rio Cabra.
Tempo Viana do Castelo